terça-feira, 20 de dezembro de 2016

Minha esposa me traiu com meu amigo de serviço, um Negão safado e Pauzudo

( CONTO COM FOTOS ABAIXO )

Pra quem é leitor dos meus contos voltei com mais um fato real da minha vida de corno com FERNANDA. Meu nome é Pedro atualmente tenho 41 anos e tenho uma esposa que se chama Fernanda, que tem 28 anos, Eu sou Magro tenho 1,74m e peso 65kg. Vou contar um fato verídico que aconteceu comigo no final de 2015, Nanda que, diga-se de passagem, é uma bela morena bronzeada que adora uma praia tem pernas grossas e bumbum arrebitado, tem os cabelos compridos e lisos, lábios carnudos e um belo sorriso que encanta com seios médios e deliciosos. Sou um homem sortudo pela bela mulher que tenho apesar dos chifres que já levei.
Fernanda sempre mostrou ser uma mulher dedicada em casa apesar de não ser uma mulher fiel. Vamos ao fato fui convidado para um churrasco na casa de um amigo de trabalho que é meu chefe, ele me falou pra levar a esposa que a piscina estaria liberada para banho.  Convidei minha esposa pra me acompanhar, preocupado pedir a ela que fosse com um biquíni comportado que lá estaria meu chefe e os amigos de trabalho com suas esposas, ela sorriu e disse; “Amor desde quando eu tenho biquíni comportado kk”.
 Então falei pra não tomar banho ou ficar de canga, chegando na festa Nanda logo chamou atenção de todos pela sua beleza e por tá vestida com um shortinho de Lycra amarelo meio transparente que mostrava o tamanho de sua calcinha, um fio dental e uma blusa decotada branca de alcinha que mostrava partes dos seus seios que deixava ela mais sexy ainda, recebi vários elogios dos amigos por ter uma bela esposa.
O churrasco aconteceu com muita cerveja e o papo rolou solto. Entre os amigos tinha o Marcelo, seu apelido era “urso” um negão meio simpático conversador, mas que gostava de contar vantagem com as mulheres, observava suas olhadas para Fernanda o cara era folgado até chegou a puxar ela para dançar, mais ela claro não aceitou. Uma fala sua me deixou meio que pensativo; “Mulher pra mim é só um objeto e as que dão mole traço mesmo”. Acho que falou meio que chateado por ela não ter aceitado a dança, ele no serviço sempre me falava das suas aventuras, já tinha ficado com algumas funcionarias entre elas a recepcionista que era uma linda mulher casada, me falou tudo que tinha feito com ela, o cara era pegador mesmo.
Na festa estranhei somente eu tinha levado minha esposa, os demais convidados eram homens e só tinha minha esposa de mulher, não tinha muitos convidados eram uma faixa de 8 homens 9 comigo, tinha muita cerveja, whisky e churrasco.
A festa começou por volta de meio dia e sempre quando bebo vou diversas vezes ao banheiro, em uma das ida quando retornava olhei o negão Urso batendo papo com ela, quando Fernanda bebe fica muito dada e sorridente, meu chefe estava na piscina com outros amigos e ao me aproximar ambos pararam meio que timidamente.
Meu chefe me convidou para entrar na piscina que a agua estava uma delicia, mas não queria deixar Fernanda a sós com o Urso era muito perigo, quando todos retornaram a mesa meu chefe perguntou diretamente a Fernanda se não gostava de piscina?
- Claro Dr! Vou já tomar um banho!
- Fica a vontade.
Achei que Fernanda só espera um convite ela pediu licença e foi ao banheiro e quando retornou já foi de biquíni fio dental rosa, todos a olharam dos pés a cabeça só eu abaixei a cabeça. Escutei alguns sussurros e meio chefe falou;
- Bela esposa você tem Pedro.
Agradeci e tentei disfarça, Fernanda sabia provocar e saiu rebolando seu traseiro até na piscina, O Urso falou;
- Que calor chefe deu até vontade de dar um mergulho.
Vi ali minha esposa sendo desejada por todos, alguns conseguiam até não demostrar, mas como não tinha outra mulher a minha era o centro das atenções, entre os que não tomaram banho foi semente eu e o Negão Urso, eu claro por está vigiando ela e ele por não gostar de piscina.
Minha esposa quando voltou deitou em uma cadeira para tomar sol e reforçar seu bronzeado, sabia que não podia vacilar conhecia a esposa que tenho mas também não consigo me controlar na bebida. Quando deu 18 hs 4 dos amigos tiveram que ir embora ficando só Eu Fernanda, meu chefe, o Urso e mais dois amigos.  
 Na mesa O Urso não parava de olhar para minha esposa, o cara era descarado eu fingia que não percebia nada, No calor da festa meu chefe colocou na mesa um litro de Old Parr e logo o Negão ficou alegre oferecendo um copo para Fernanda, falei que ela não podia beber bebida quente, ele me chamou de careta e falou pra mim beber então no lugar dela, falei que não mas com a insistência dele e principalmente do meu chefe acabei bebendo essa e outras vezes, durante a conversa acabei que cochilando na cadeira e quando acordei meio que tonto o negão como era o mais folgado curtiu e falou; “Pedro cú de bêbado não tem dono”, todos sorriram.
Eu já não conseguia me controlar o safado acho que me embriagou de mal. Fernanda pediu que eu me deitasse um pouco para descansar em uma cadeira ao lado, meio que tonto acabei aceitando e apaguei não sei por quanto tempo.
Já passava das 22 hs quando fui acordado por Fernanda nos convidando para ir que o Urso iria nos deixar em casa, agradeci e falei que eu mesmo ia dirigir, todos vendo meu estado que mal conseguia ficar em pé não deixaram e fui colocado em meu caro e só me lembro de ter chegado em casa e ter tirado a roupa e me jogado na cama.
Acordei pela madrugada e uma coisa muito estranha estava acontecendo, minha esposa não estava no quarto, esperei um pouco ela podia ter ido ao banheiro, esperei e nada dela aparecer, com a cabeça tonta resolvi levantar, quando abrir a porta do quarto pra minha surpresa escutei gemidos vindo da sala, me aproximei e com a luz da TV olhei uma sena que nunca imaginei ver na vida, Nanda de quatro no sofá e o negão socando fundo com uma visão privilegiada do seu enorme traseiro. Fiquei escondido atrás de uma coluna, como estava muito escuro onde eu estava Fiquei tranquilo pós consegui ver eles pela claridade da TV mas eles não tinham como me ver a não ser que fizesse algum barulho. Olhei alguns flash de celular o safado além de comer minha esposa também tirava fotos, ele metia com violência e ela gemia alto, depois ele deixou o celular de lado e pegou minha esposa pelos cabelos puxando pra trás para beijar em sua boca enquanto metia com vontade, minha visão era privilegiada a pouco mais de 8 metros tanto via como ouvia tudo perfeitamente.
Fernanda parecia ignora que transava com outro homem na minha casa, pior com meu amigo que sempre cantava vantagens com as mulheres e depois saía falando para os amigos, lembrei que ele tinha um grupo de WhatsApp que sempre fazia questão de colocar as fotos como troféu e mandar os participantes comentar, nunca entrei no grupo pelo fato de ser casado mais sempre ele me mostrava as fotos no serviço.
Pensei ir e acabar com aquela safadeza em minha casa, mas fui dominado por um tesão em ver aquela sena dela gemendo com um grande pau negro que a fazia delirar;
- Isso cadela rebola no meu cassete e gemi gostoso que o corno tá com o cú cheio de cachaça dormindo kkk!
- Vai safado mete gostoso mete!
- Tá gostando PUTA de levar rola do negão? Quando ti vi sentir um forte cheiro de cadela no cio!
- Soca cachorro na buceta da tua putinha, você não falou no meu ouvido na festa que ia me comer ainda hoje, vai come essa safada.
Fiquei besta em saber que o safado falou e estava realmente cumprindo com o que disse, como ela se entregou tão fácil pra um cara que tratava mulher como mercadoria, sendo que já avia lhe falado da fama dele. O negão fazia de minha esposa uma puta, ele mandou que ela abrir-se com as duais mãos as nádegas para ter uma melhor visão, ele foi prontamente atendido ela ali com a cara no sofá e o traseiro pra cima abrindo o máximo que podia novamente ele pegou o celular e dessa vez fez um pequeno vídeo com narrativa, ele dizia; “amigos essa gostosa é casada e deu mole pro negão, embriaguei o corno do marido dela que tá dormindo e eu metendo rola nela kkk. Veja o cuzão da vadia, abri cadela mostra o cú pra mim vamos”.
Ele deu a ordem e em seguida deu um forte tapa em seu traseiro.
- fala pra mim o que teu marido é cachorra fala, quero ouvir?
Meu pau já quase pra estourar e sentindo que iria gozar voltei no quarto e peguei uma camisa para gozar encima.
O negão enfiou um dedo em seu cú e logo em seguida dois deixando Fernanda louca de tesão;
- aaaaiiii gostoso vai meter essa rola em meu cú vai cachorro!
Ela teve seu primeiro gozo e o negão tirou da sua buceta e apontou em seu cú metendo de uma vez.
- Cachorro soca essa vara preta no meu cú de puta soca! Adoro rola preta no CÚ!
- vem aqui cadela, chupa meu cassete e sente o gosto desse cú!
Ele tirou do cú e meteu direto em sua boca enfiando o máximo que podia fazendo ela engasgar, na hora não aguentei e gozei melando toda camisa. Depois a colocou deitada de pernas abertas na ponta do sofa e voltou a socar fundo como um animal por fim o cara sentou no sofá e mandou ela cavalgar, Fernanda parecia ter fome de pau tamanha era a vontade que subia e descia no cassete dele, o Urso Negão se levantou rapidamente pegando com força pelos cabelos e enfiando na boca dela;
- Vou gozar cachorra!  PUTA pra mim tem que engolir esperma do macho!
Sem reclamar sendo que Fernanda falava pra mim que tinha nojo de esperma e fedia, mas engoliu tudo deixando o cassete do negão limpinho. Rapidamente voltei para o quarto sem fazer barulho e ela após tomar um bom banho voltou deitando-se lentamente e dormiu. Fim

Aguarde continuação...


Shortinho usado por Fernanda no dia do Churrasco
Veja como a safada estava com shortinho super apertado

Tirei a foto sem ela ver, vajam como a safada se exibia na beira da piscina do meu chefe

Fernanda olhando meu chefe de Tanga e o Nego Urso de camisa Azul

Fernanda se exibindo e tomando Sol para se bronzear



sábado, 27 de abril de 2013

MINHA ESPOSA SEMPRE FOI PUTINHA FINAL

( CONTO COM FOTOS ABAIXO )

Dando continuidade ao conto anterior quando Fernanda conta sua história de vida n sua infância quando foi assediada e viveu muitos momentos de abuso sexual quando frequentava a casa de seu Tio. essa historia ela me revelou e disse que ninguém nunca soube e que somente agora me sentiu coragem de revelar. Fernanda é morena cabelos compridos pernas grossas e um belo bundão. Na época do acontecido ela tinha entre 12 e 13 anos naquela época ela passou a frequenta a casa de seu tio em um bairro da periferia da capital de um estado do nordeste que não posso falar por se tratar de uma historia real e tem que ter o maior sigilo até porque ela não sabe que estou aqui revelando, Para que todos intendão melhor é só ler o conto anterior. O velho Seu Nestor ficou durante 08 meses abusando mais sem ter relações ele apenas tirava toda sua roupa chupava seus pequenos seios e passava a mão na sua parte intima a bolinando mais sem apenas introduzir o dedo, Cada vez os abusos ficavam mais frequentes e ela disse que acabou gostando e se acostumando com aquilo. A esposa do seu tio que vivia adoentada acabou piorando e indo para no hospital onde ficou internada por 3 semanas, como nesse período seu tio ficou acompanhando sua esposa no hospital ela ficava sozinha em sua casa fase em que os abusos foram maior. Um certo dia ela contou que tomou um banho e vestiu uma sainha para facilitar e quando já se preparava para ir na casa de seu Nestor  com desculpa de pegar Mangas ela tomou um baita susto quando pelas fundos da casa entrou um primo seu que morava na outra rua nos fundos da casa de seu tio, ele não frequentava e nem era querido pela Família, seu tio avia proibido ele de frequentar sua casa pelo fato de ser Marginal e viver se envolvendo com drogas e roubos e já tinha até sido preso. ao entrar foi até ela e falou que sabia que ela tava sozinha e com grosseria a pegou pelo braço fanando, a putinha já ta pronta pra ir pegar mangas novamente? ela confessou que na hora pegou um baita susto e sem da tempo dela responder ele continuou; andei te observando durante um tempo e achei aquela historia de entrar na casa daquele velho safado que vive tomando gosto com as novinhas muito estranha e as frequências que ia la também, ontem  quando o tio saiu para ir pro hospital logo depois imediatamente foi com um pequeno shortinho e vir você entrando na casa dele fui pelo quintal da vizinha subir no muro e olhei tudo vi ele te beijando e você pegando no cacete dele depois entraram na casa dele e ainda demoraram pra que a putinha saísse de la.É  mais que ela poderia ficar tranquila que a principio ele não contaria nada a Mãe dela mais bem que ela deveria saber pois não gostava dele enquanto sua filha ere putinha de um velho e se fazia de patricinha, só que para ele não contar a partir daquele dia era seria dele também e que ele sempre sonhou em ficar com ela. Ela me confessou que aceitou tudo com medo que ele falasse pra alguém, em seguida ele a deu um demorado beijo foi quando ela sentiu um forte cheiro na boca dele de maconha ele a tirou toda sua roupa até com um pouco de arrogância, chupou ela toda na hora dele meter um dedo na sua bucetinha ela me disse que ele se surpreendeu ao perceber que ela ainda era virgem e falou que sorte a minha nunca tirei um cabaço e o velho não tirou ainda seu selo. Ela disse que ele sempre teve medo de da rolo pra ele e só a bolinava; Ela disse que ele apenas sorriu de forma bem sacana e disse que velho babaca não ter comido uma putinha como você e acabou deixando tudo pra mim. não vamos perde tempo e ele tirou a roupa dele colocando pra fora um enorme pau preto e a mandou chupar assim como fazia com o velho ele disse que não cheirava bem mais teve que fazer uma chupeta nele que a chamava de cadelinha e metida a besta e agora saberia quem é um homem de verdade, Ele disse nossa a putinha sabe chupar bem um cacete igual a mulheres da vida. ela teve medo pois o pau dele era o dobro do velho e não conseguia colocar todo na boca, com a chupada ele não demorou e encheu a sua boca de esperma sendo que naquele dia ele foi embora mais antes falou pra ela se preparar que a noite ele voltaria pra continuar o serviço e se ela contasse ele mataria ela. quando anoiteceu por volta de 07:00hs ela escuta bater na porta dos fundos então perguntou quem era? Ele falou que era o macho dela que tinha chegado pra continuar tudo, quando ela abre ele tava com uma sacola na mão que lhe entregou e mandou ela vestir e quando ela foi olhar o que era, ele atinha levado uma pequena calcinha fio dental e um shortinho menor que todos que ela tinha ele era de laicra verde e ficou super apertado, quando ela entrou para o quarto pra se vestir e depois saiu ele a disse isso sim é roupa de putinha novinha como você e ele adorava mulheres de shortinho e fio dental, Ela me disse que realmente aquela roupa tinha lhe deixado igualzinho uma puta; Ele a mandou sentar no colo dele novamente lhe beijando e passando a mão na sua bucetinha por cima do short que já estava molhadinha de tanto tesão, ele então fala pra ela pegar um copo de água e depois trazer um prato de comida pra ele que estava com bastante fome, ao se levantar do colo dele ele ainda deu um tapa na sua bunda e falou que rabão a priminha tem e vamos rápido que não vejo a hora de meter em você e te fazer de mulher. naquela noite ela fez tudo que ele a ordenou e quando terminou de jantar pegou ela pelo braço e a levou pra cama de seu tio tirou toda sua roupa e disse, hoje será minha toda minha e trata logo de me dar aquela chupada mais que quando ela começou ele ordenou que parasse pois ela chupava muito bem e ele quando gozava a primeira vez tinha um puco de dificuldade de levantar o pau de novo. ele a colocou de pernas aberas e deu um banho de linguá nela e disse agora vou meter todo meu pau nessa buceta virgem na hora ela pensou que não aguentaria aquele pau enorme mais como tava com muito tesão estava encharcada e facilitou a entrada quando ele a penetrou foi entrando com muita dificuldade e sua buceta parecia que estava sendo rasgada junto com uma dor muito grande e ele disse aguenta putinha que vou meter, e ele meteu seu pau de uma só vez saindo bastante sangue e sujando toda cocha de seu tio. Ela confessou que nunca imaginou que sentiria prazer em estar dando praticamente a força pra quele marginal de seu primo que a fudeu bastante e depois ainda gozou dentro da sua buceta a xingando de safada e puta de um velho e também dele. Depois que terminou ele acabou dormindo e só acordou pela manhã preocupado com a chegada do meu tio e antes de ir embora ainda abril o guarda roupa mexeu nas gavetas e levou um cordão de ouro do seu tio e alguns dinheiro que encontrou que ela não sabia a quantia e foi embora dizendo pra ela ficar caladinha e não contar nada. a partir de então ele ficou viciado em comer ela e sempre que podia pulava o muro e a comia. o velho depois descobriu que ela não era mais virgem e ela falou que tinha dado pra um amigo da escola que a obrigou. o velho também passou a lhe comer, a pois 6 meses seu primo faleceu por traficantes rival e o velho ainda a comeu até os 15 anos só que com menas frequência pois com o sumiço das joias e dinheiro seu tio achava que ela quem pegava e demorou bem mais tempo de uma ida a outra na casa dele. Abaixo uma foto de quando ela era abusada pelo primo e ele a tirou, veja como a Fernanda já erá putinha mesmo fiquei com muito tesão quando me mostrou essa foto que guardava daquela época.

           

quinta-feira, 4 de abril de 2013

MINHA ESPOSA SEMPRE FOI PUTINHA PARTE 01

( CONTO COM FOTOS ABAIXO )
Tenho um enorme prazer em mais uma vez trazer um relato da minha vida Junto com a Nanda, Uma vida de muito amor pela minha parte e muitas traições pela dela. Pra quem não acompanhou meus outros contos digo que vale apenas conferir, só pra vocês terem uma noção de como minha esposa que no inicio parecia muito quietinha uma moça digna de elogios ao longo do nosso namoro hoje casados realmente vi que na verdade ela sempre foi muito safada desde sua juventude. Hoje digo que não trago um simples conto mais um relato da sua vida que minha esposa Nanda durante o final de semana me revelou. Estávamos no Domingo de páscoa em casa sem ter muito o que fazer então resolvemos comprar umas bebidas e passar o dia em nossa piscina tomando umas cervejinhas e botando o papo em dia coisa que era raro fazermos. Fernanda é muito gostosa Morena bronzeada com belas pernas e um traseiro fenomenal, Pra minha alegria ela falou que iria subir pra botar um biquíni e descia pra pegar um sol, Logo imaginei qual ela colocaria pois sua coleção e grande e todos Fio dental. Não demorou ela voltou com um belo fio dental Rosa de listras um tesão de mulher. Durante o dia bebemos bastante e vendo ela naquele fio dental minusculo fiquei com forte tesão ainda mais quando pensei em suas traições já presenciadas por mim mais até o momento ela não desconfia que sei, no meio da conversa puxei um assunto pra que falássemos do nosso passado quando eramos mais jovens e ainda nem nos conhecíamos. Ela falou que primeiro gostaria de saber do meu, Falei de toda minha vida e relacionamentos, na minha vida não tem grandes surpresas a não ser algumas garotas de programa que já fiquei e nada mais, Ai chegou sua vez resolvi ouvir e ela falou de varias de suas estorias mais as que me chamaram mais atenção e passo a revelar pra todos sinceramente fiquei de boca aberta e foi justamente ai que conheci verdadeiramente  o seu passado. Minha mulher alem de muito gostosa tinha uma tara por homens, a primeira ela me falou que quando ainda era Técnica de Enfermagem falou que em um de seus plantões anoite no hospital em que trabalhou quando ainda tinha 22 anos de idade ela foi fazer uma aplicação de medicação e fazer o banho que era feito no próprio leito de um senhor de 62 anos acamado que não falava devido seu estado de Saúde ela falou que já era rotina em todo seu plantão essa medicação e o banho mais naquela noite quando banhava o velhinho notou que seu pau começou a ficar duro coisa que ela nunca imaginou e rapidamente limpou seu casete com as mãos e quando pegava sentia as veias do velho pulsar e imediatamente sentiu um tesão entre as pernas e ficou molhadinha com aquilo ela me falou que começou a tocar uma punhete bem lentamente e depois aumentando os movimentos ela foi na porta fechou para não correr nem um risco e continuou acelerando e o velhinho começou a se contorce e ficar agitado ela não satisfeita e doida para ver o velho Gozar colocou a boca e fez uma gulosa nele até ele gozar litros de esperma e sujar todo seu lençol que ela acabou levando pra casa e lavando pra não levantar suspeita a outra quando ainda fazia estagio foi para uma clinica de neuropsiquiatria e como ela usava calça branca bem apertada e desde novinha sempre teve um traseiro carnudo um doido de mais ou menos 24 anos e na época ela tinha apenas 19 anos com seu corpão deixava ele taradinho. Ela falou que em um determinado dia fazia um curativo no braço dele na sala de emergência e como fazia bastante calor acabou tirando seu jaleco e quando virou pra pegar gazes ele pulou rapidamente e colou se na bunda dela segurando ela pelas ancas com tanta força que não conseguia se soltar eu sentia o pau dele pra fora da bermuda  no meu traseiro fazendo movimentos rápidos como quem estava me comendo e eu lutando tentando me desgrudar dele já pensava em gritar e em um forte movimento conseguir me virar e empurrar o mesmo que com raiva lha deu um forte tapão no rosto e ela correu e entrou em uma outra sala e outra amiga a viu naquela situação e falou pra ela que sua bunda estava toda suja. Ela contou o acontecido pra amiga que à perguntou, Cadê o seu jaleco? então Fernanda respondeu que como estava muito calor ela avia tirado e a amiga respondeu que se o chefe soubesse que ela estava sem jaleco poderia até colocar ela pra rua. Ela falou pro diretor da clinica apenas que o paciente avia dado um tapa em seu rosto e ele falou que ele era apenas um deficiente mental e a liberou naquele dia. Um outro fato que marcou sua vida que me deixou ainda mais tarado quase chegando ao ponto de gozar só em ouvir foi quando me falou que quando tinha apenas 12 anos de idade ela frequentava muito a casa de um tio em um bairro meio perigoso pela marginalidade, sua mãe a mandava para ajudar a esposa do seu tio que andava muito doente e todo final de semana ela tinha que ir ajudar. Fernanda falou que seu tio sempre mandava ela pedir a seu Nestor um velho que morava em uma casa enfrente e bem humilde para buscar Mangas uma fruta tipica da região, no inicio era tudo certo ela não via maldades nem uma e como gostava de ficar a vontade com roupas leves Shorts de Lycra ou pano fino chamava atenção dos meninos, Quase sempre as frutas já estavam no saco mais com o passar dos tempos ele a mandava trepar no pé para pegar e as vezes via ele se aproveitar pegando em sua bunda para ajudar a subir. um certo Domingo estava na casa do seu tio quando seu Nestor foi e falou pra ele Mandar eu pegar Mangas que o Pé estava carregado, nesse dia estava com Saia como brincava pela rua horas antes o velho devia ter armado tudo quando Subir ele falou que tinha me observado durante horas e que estava linda com aquela roupa, ao descer ele me segurou pelas nádegas e olhei um volume em sua bermuda ao me abaixar para pegar o saco de mangas ele a impediu e falou calma mocinha pra que pressas hoje mandei aquela velha da minha esposa pra outro lugar e seu tio nada vai desconfiar e pegou em suas mãos e a levou pra dentro de sua casa perguntando se tinha namorado ou se já avia beijado alguns garotos.Minha esposa me falou que não sabe até hoje porque não fez nem um tipo de resistência o velho muito tarado pegou em seus peitinhos que ainda era muito pequenos levantou sua blusa e começou a mamar ele sugava e ainda dizia "vc é uma boa menina e nem quando era garoto nunca tinha pego uma menina tão gostosa quando eu" Ele a deitou em uma cama tirou toda sua roupa e chupou sua xoxota e mandou ela bater uma punheta no pau dele até ele gozar, quando o velho gozou mandou eu me vestir pegar as mangas e não contar pra ninguém o que tinha acontecido. ( no próximo conto continuo o final dessa história )   


                 

domingo, 10 de março de 2013

FERNANDA ME TRAIU NA PRAIA COM DOIS SALVA VIDAS

( CONTO COM FOTOS ABAIXO )
Pra começar meu nome é Pedro hoje tenho 38 anos e tenho uma esposa que se chama Fernanda, Eu sou Magro tenho 1,74m e peso 64kg sempre gostei de mulher tipo mulherão, Bruta mesmo. Namorei a Fernanda durante 6 meses mais como ela era muito gostosa pedir sua mão em noivado e ela aceito. Fernanda na época tinha 24 anos é morena clara bronzeada do sol tem o cabelo comprido, Pernas grosas e uma coisa chama muito atenção é sua bela traseira carnuda e seios médios. Bem vamos ao fato que Fernanda hoje minha esposa aprontou comigo. Esse é meu terceiro conto de uma serie de traições que vem acontecendo até os dias de hoje ela tem um fogo muito grande e sai a procura de sexo e pelo visto não escolhe muito seus parceiros que se dão bem com uma bela e linda mulher. como já sabia das suas saidinhas em um Domingo de sol como sabia que ela gostava de se bronzear e ir a praia, Fiquei obcecado em seguir ela, Aluguei um carro e bem sedo fiquei na esquina da sua casa hora vai hora vem e quando por volta de 11:00hs da manhã para um táxi na sua porta e não demora ela sai de casa apenas com um shortinho branco muito curto e um top preto com uma bolça de praia do lado estava um tesão. seguir o táxi sem que ele percebesse como ela não mora muito longe da praia cerca de 15 minutos chegamos e ela desceu no calçadão e saiu rebolando seu grande traseiro, quando ela foi descer para areia procurei um estacionamento e fiquei puto a praia estava cheia e tive um pouco de dificuldade para encontrar um estacionamento e perdi totalmente Fernanda de vista. peguei minha maquina fotográfica coloquei um chapéu na cabeça e sair a procurar por ela. Desci em direção aos bares procurando e direpente vejo ela em uma cadeira de praia deitada totalmente exposta com um minusculo biquíni fio dental e ao seu lado próximo a sua mesa vários homens olhando e babando seu grande bundão, fiquei em uma mesa um pouco afastado chamei o garçom e falei que a qualquer momento poderia sair pra dar um mergulho mais que não iria embora como a cerveja era paga na hora ele não se preocupou. ela estava pegando sol com sua bunda pra cima e não percebeu que um rapaz que estava próximo a ela tirava varias fotos dela no celular dele eu fiquei sem poder fazer nada. Apos algumas horas pegando sol ela se levantou e fala com um casal e pelo gesto ela pedi a eles que observasse as suas coisas e sai em direção a praia eu levantei e fiquei a seguir de longe os homens ficavam tomando gosto com ela andando quase nua ela da um mergulho toma um banho na praia e na sua volta acho que de proposito ela passa bem próximo a um grupo de bombeiros salva vidas os caras a chamaram e ela rapidamente deu a volta e foi ao encontro dos salva vidas e ficou batendo um papo com eles, no meio da conversa ela vira de costa pra eles e mostra a bunda ajeitando o biquíni como que estivesse colocando mais socado na bunda fato esse que levou os caras a se olhar e darem uma risada como que gostando da exibição dela a vejo gesticulando e mostrando em direção ao bar onde ela estava, logo em seguida ela volta pro bar e continua pegando sol e tomando umas cervejas logo se aproxima o rapaz que a pouco tirava fotos dela estava sentado na sua mesa conversando e bastante empolgado, os dois ficam bastante tempo e ela sai novamente e deixa o cara vigiando suas coisas só que agora ela vai direto nos bombeiros salva vidas ela conversa novamente e volta, na sua volta ela me surpreende nitidamente mandando o rapaz passar bronzeador em seu corpo inclusive em seu farto traseiro. ela já avia bebido bastante cervejas e sória fácil, Logo pensei o rapaz se deu bem e vai comer a gostosa da Fernanda que já estava bastante bronzeada e dando mole. o sol já estava indo embora quando direpente chega dois bombeiros já sem seus uniforme dão beijinhos nela e sentam ao seu lado, todos bebem mais umas três cervejas e ela se levanta coloca seu shortinho e o top paga algumas cervejas e sai ela e os dois bombeiros o outro rapaz ficou sentado, então sigo os três sem que eles me olhassem. entram em um carro prata com eles uma gostosa bem focinha. entro no carro e sigo e vejo uma coisa que pra mim já não é mais surpresa eles vão direto pro motel e ainda tenho o prazer de esperar só imaginando o que rola la dentro aqueles dois usando e abusando daquela que hoje é minha querida esposa, Depois eles saem do motel os caras deixa ela em casa já por volta de umas 20:00hs da noite e vou pra minha casa com muito tesão imaginando a buceta dela toda gozada e o que realmente fizeram com ela então toco uma punheta olhando as fotos que bati na praia e gozo com muito tesão. finalizo aqui e breve conto varias chifradas que levei e venho levando até hoje, mais imagino um dia poder ver ela levando rola de outros mais vou me contentar em apenas ver ela entrando nos motel da Cidade pra levar rola. quem puder me ajudar me mande um Email para: cornodananda@hotmail.com     

VEJA SUAS FOTOS NA PRAIA    






domingo, 3 de março de 2013

MINHA NOIVA ME TRAIU COM UM NEGÃO

( CONTO COM FOTOS ABAIXO )
Bem vamos direto ao meu segundo conto, pra quem não leu o primeiro meu nome é Pedro filho tenho 38 anos hoje sou casado com a Fernanda mais na época eramos noivos ela morena 24 anos tem o cabelo comprido bunda grande e seios fartos uma bela mulher de família comportada mais tudo mudou quando a levei em uma casa de show da cidade em que moramos onde costumava da muitas mulheres safadas. Quem leu o conto anterior vai intender esse que é a continuação, Fernanda no outro conto deu mole para dois negros que depois descobrir que ela tinha passado seu numero de telefone para ele um cara de corpo musculoso e rosto feio e mal encarado . Depois desse dia fiquei acostumado em seguir ela e outra coisa que me chamou minha atenção foi como ela mudou totalmente seu modo de vestir era vestidos curtos e shorts colados que mal cobria seu lindo traseiro. apos aquela noite 4 dias depois levei Fernanda pra dormir na minha residencia já com a intenção de vasculhar seu aparelho. quando ela foi tomar banho peguei seu celular e verifiquei varias ligações recebidas de um cara chamado nego bira na caixa de mensagem ela não apagou uma que dizia " gata adorei seu jeito safada de ser e quero estar com vc no próximo sábado no mesmo clube la vc sera minha coloca o corno pra dormir" coloquei seu telefone no local e quando ela saiu do banho fiz de conta que não tinha olhado nada. Eu trabalho em um hospital e justamente no sábado meu plantão era a noite. mais sabendo do encontro que com certeza ela não iria recusar paguei um amigo para tirar meu plantão e no sábado fiquei sim de plantão mais foi em um bar na esquina onde dava pra olhar bem ela saindo de casa. não deu outra por volta de 22:30hs para um carro na porta da sua casa e ela não demora sai com um micro vestido rosa e entra no carro não seguir pois eles poderiam desconfiar, como já sabia o destino deles 15 minutos depois fui em direção a casa de show. usei meu disfarce e entrei a procurar direpente próximo ao local que ficamos no sábado anterior estava ela e o negão como se fosse namorados aos beijos e abraços, não deu pra acreditar mais era verdade. Dançaram bastante e eu só a observar ela nos braços de outro, como não podia colocar flash na maquina as fotos ficaram um pouco ruim. ela estava um verdadeiro tesão de mulher foi ao banheiro mais logo retorno, ela com aquela roupinha de puta era a todo momento apalpada pelo negão não acreditava como uma moça de família linda como a Fernanda tinha se entregue totalmente aquele cara. Confesso que deu vontade de ir embora mais fiquei para ver o final. Se via que o negão tava tarado e quando saíram abraçados e foram em direção ao estacionamento na mesma hora sair e na porta ao envies de pegar o meu carro peguei um táxi e pedir ao taxista que aguardasse a saída de um veiculo. Quando o carro dele saiu pedir para seguir, pouco menos de 5km do local entraram em um motel. motel esse que era bem conhecido pois a grande maioria dos frequentadores era dos caras que pegavam as putas na casa de show levavam elas pra la e também as garotas de programa de uma rua próxima. um motel de quinta categoria, quando o carro parou o taxista me perguntou se ficaria e eu mandei ele seguir pra buscar meu carro e fui pra casa com a certeza que ela tinha gostado da vida de puta e eu um corno bem mansinho ao ponto de seguir sua amada pra ver suas traições. Brevie trago mais aventuras vividas por mim e Fernanda. Meu Email é cornodananda@hotmail.com  
VEJA FOTOS                                                                             

 

terça-feira, 29 de janeiro de 2013

TRAIÇÃO EM CASA DE SHOW

( A FOTO FOI TIRADA EM CELULAR NA NOSSA CHEGADA NA FESTA SEM ELA VER É CLARO)
Pra começar meu nome é Pedro hoje tenho 38 anos e tenho uma esposa que se chama Fernanda, Eu sou Magro tenho 1,74m e peso 64kg sempre gostei de mulher tipo mulherão, Bruta mesmo. Namorei a Fernanda durante 6 meses mais como ela era muito gostosa pedir sua mão em noivado e ela aceito. Fernanda na época tinha 24 anos é morena clara bronzeada do sol tem o cabelo comprido, Pernas grosas e uma coisa chama muito atenção é sua bela traseira carnuda e seios médios. Vamos agora ao fato que me aconteceu, Sempre sai com Fernanda para as baladas da Cidade as de classe, Mais na minha Cidade tem uma casa de Shows bem mal falada por da muitas mulheres de programa e homens que vão pra se da bem na noite com programas baratos, mais também é frequentado por casal mulher de família sozinha nem pensar. Quando era solteiro sempre frequentei com amigos e sozinho. Então em um Sábado convidei a Fernanda minha noiva hoje minha mulher para ir neste Clube, Não vi maldade mais ela retrucou dizendo que a mesma era mau falada e se alguém conhecido olhasse ela não ficaria legal. com um pouco de insistência ela acabou aceitando e marcamos para as 22:00 hs eu passar na sua casa p buscar ela. ao chegar na sua casa liguei e falei que já estava lhe esperando na porta. Pra minha surpresa ela me apareceu com um micro vestido branco com dourado bem colado no corpo ( foto ) salto alto dourado e um batom bem vermelho ela ficou muito linda e gostosa, Já saímos varias vezes mais ela nunca se vestiu de maneira tão vulgar. ao virar pra fechar a porta da sua casa notei claramente que seu vestido era meio transparente  que dava para olhar bem a marca e o formato da sua calcinha minusculo enfiada no seu bundão. Pensei em mudar de ideia ou pedir pra ela trocar de roupa mais não tive coragem em constrangela.tive certeza que ela se vestiu a caráter pra ocasião. Entramos no carro e saímos, ao chegar notei vários homens olhando e desejando minha noiva que percebendo passou a rebolar. ela conseguiu se vestir tão safada como as outras mais com uma diferencia era a mais bela. Sentamos em uma mesa e começamos a beber e dançar e os homens a devoravam com os olhos, logo nas mesas a redor ficaram cheios de machos, em uma ao lado tinha dois homens ambos fortes negros e mal encarados só tinhão mesmo o corpo malhado. em um certo momento fui ao banheiro pois já tinha bebido bastante e na minha volta notei um homem na mesa batendo papo com Fernanda olhei bem e era um dos negros da mesa ao lado, tratei de observa de longe escondido não sei o que eles conversavam mais ela sorria e respondia suas perguntas. Nunca imaginei ela se exibindo pra um estranho. Fiquei louco quando ele passou a mão no seu traseiro e dando uma apalpada e em seguida um forte tapa no seu traseiro que olhei as carnes na bunda balançarem e voltou para sua mesa, não vou mentir sentir uma raiva mais em seguida um tesão tão grande que não conseguir entender o outo amigo dele ficou sorrindo e quando passei próximo só escutei um falando para o outro. " Cara que vadia gostosa e ainda quer ser patricinha. " Perguntei a ela se tava tudo bem e ela falou que sim e não relatou o que acabava de acontecer na minha ausência. perguntei se ela queria ir embora e ela falou que não, fiquei com uma pulga atras da orelha e pra piorar os caras a olhavam e ela trocava olhares com eles de forma vadia. Eu fingia que nada tava acontecendo pois era magro e os acaras bem forte. Depois de um tempo resolvi voltar ao banheiro mais dei meia volta e fui para um canto pra ver se olhava mais alguma coisa. mais uma vez me surpriendir com Fernanda ao ver ela olhando para os carras que logo entendeu e levantou e foi novamente em sua mesa. como eu queria ouvir aquela conversa o negão meteu a mão no bolso e tirou um celular e começou a anotar algo, Não acreditei que ela estava passando seu numero. Ele era mesmo muito safado e pegou ela por trás e deu uma enroxada no seu bundão beijando seu rosto e tentando beijar a boca. via as outras pessoa que estavam ao redor que sabia que eu estava com ela olhando aquela situação enquanto o outro ficava sorrindo da safadeza que via do amigo. Eu com muita raiva e um forte tesão resolvi novamente voltar e ela dançava de forma atraente e ainda cheguei a ver o cara se afastando da minha mesa. o clima não era bom me sentir o maior corno com todos me olhando na hora que Fernanda falou em ir no banheiro fiquei preocupado e convidei me pra ir com ela mais ela não aceitou.Fiquei olhando ela mais estava muito cheio e ela sumiu na multidão a caminho do banheiro e olhei para o cara pra ver se ia atras mais ele não foi. o tempo passava e nada dela voltar e com mais de meia hora direpente ela apareci de vista vindo e sendo puxada pelo braço por um senhor bem coroa que ofereceu bebida a ela e ela bebeu e saiu rebolando. ao chegar notei que ela estava bastante suada. não vi mais tenho certeza que ela estava dançando com outros homens por isso sua demora. como já era madrugada  e ela tava muito bêbada convidei pra ir embora estava com um tesão tão grande levei Frenada direto pro motel e transei como nunca, só então descobrir que adorei a situação e desde então ela vem me traindo até hoje. nos próximos contos vou relatar outras aventuras de Fernanda que passou a usar só roupas curtas e virou uma grande putinha.
EMAIL:  cornodananda@hotmail.com